Campanha em defesa do diploma de Jornalismo

Anúncios

5 comentários

  1. Olha, gostaria de começar meu comentário me desculpando. Eu sei que provavelmente muitos não irão gostar do que escreverei aqui, mas como vivemos numa democracia e temos liberdade de expressão, então, minha opnião é a seguinte:

    Primeiro: O Supremo ainda irá julgar o RE, o que não significa, como está claramente exposto no ‘post’ acima, que ele vai denegá-lo. O resultado pode ser favorável ou não para os jornalistas, o que de cara, descarta a idéia de que ELES VÃO ACABAR COM A PROFISSÃO, como está se tentando demonstrar acima. Parece coisa de desinformação nazista e de disse-me-disse o ‘post’ acima.

    Segundo: eu tenho vergonha dos jornalistas do Brasil em sua maioria. Me dá nojo ver, ouvir ou ler Diogo Mainardi. Muitos ‘jornalistas’ no país não são jornalistas, e muitos que são, não são sérios. Poucos se salvam. Sem mencionar que tem deles (leia-se: Boris Casoy) que consegue resolver tudo no país.

    Sempre tive a impressão de que ser jornalista é muito fácil, principalmente se você escreve bem, pois sempre vi cada zé-mané apresentando programa de televisão e escrevendo em jornais que pelo amor de Deus! (Vide: alguns colunistas e bloggistas extremamente mal preparados da Folha de SP, ou a Mírian Leitão do Globo).

    É uma pena para vocês, mas a profissão de vocês é muito esculhambada mesmo! Uma imprensa séria ajudaria muito o Brasil, pena que ela exista, mas é pouco difundida, ex: TV Cultura.

    Espero não ter irritado ninguém, mas o que falei é um retrato da realidade.

    Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s