Uma nova “Alice”…

Eis uma nova versão de “Alice, no país das maravilhas”, que poderá desafiar a obra de Tim Burton. Estou falando da série “Alice”, dirigida por Nick Willing e que passa na TV norte-americana Syfy.

Gostei de ver essa nova versão e não pude deixar de compará-la a Teoria da Cultura de Massa (Escola de Frankfurt). Contextualizando para que você leia mais um pouco este post..

🙂  Alice volta ao país das maravilhas e nele encontra um lugar onde a maioria das pessoas sequestradas do seu mundo são alienadas e vivem em uma casa de jogos. As outras (que formam o grupo de resistência deste mundo) vivem em uma biblioteca em busca de conhecimento.

No país das maravilhas, a economia é a base de “venda” dos sentimentos das pessoas. Alegria e surpresa são vendidas a peso de ouro nesta terra. A missão de Alice é resgatar o seu pai que está preso há muitos anos pela Rainha de Copas.

Ao tentar resgatar o pai, Alice vai recebendo ajuda do Chapeleiro que consegue desbancar o charme do Princípe de Copas, Jack. 😉 Os efeitos especiais são horríveis, mas o estilo crítico da obra é o que mais se destaca! Recomendo a série! No Youtube há vários episódios para quem quiser conhecer ok!

Quando vai passar no Brasil? Vamos aguardar..

Anúncios

2 comentários

  1. Ah, os efeitos especiais são, de longe, o que há de menos importante em uma produção… (vide exemplos hollywoodianos)

    A trama é realmente bem criativa e provocante! Vou ver os episódeos online…

    Seja bem vinda na minha blogroll flor, bjokas!

    Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s