Antes da seca em Brasília…

Esta é uma das cenas comuns na capital federal. Lindos ipês vão tomando contando daquilo que em breve será cinza:

20140719-124306.jpg

É uma das coisas mais lindas que eu vi por aqui. Depois você não terá mais essa paisagem por alguns meses, mas até a seca tem sua beleza! Palavras de uma amazonense que ama essa capital também.

De acordo com a Universidade de Brasília (UnB), existem 150 mil exemplos de ipês na capital. “Ipê-amarelo, como a Tabebuia alba é popularmente conhecida, é uma espécie brasileira que pode completar 200 anos. Chegou a Brasília em1970, por meio da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), que trouxe diversas espécies nativas do cerrado para adornar a cidade. As flores amarelas aparecem de junho a setembro, quando as de tonalidade rosa e branca tomam o espaço antes das chuvas. No primeiro semestre, é a vez das flores verdes e negras desabrocharem. Em 1993, o ipê entrou na lista de árvores tombadas pelo patrimônio ecológico do DF. A persistência de enfrentar a seca para cobrir a copa de dourado faz parte de uma combinação engenhosa da natureza desse espécime. Esse sistema de reprodução evita a competição de polinizadores com as plantas que possuem flores de outras tonalidades.”

Já participei de jornadas fotográficas aqui (2009 e 2010) e adorava registrar estes momentos. Se você vier a Brasília, vai ver os lindos ipês. Instagram neles! ❤

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s