Resenha – O Abutre

A falta de ética reverbera a cada cena deste filme! São tantos exemplos de mediocridade que eu até perdi a conta.

O Abutre – Nightcrawler – é um suspense magnífico ao nos causar tantas indignações e até alguns momentos de empolgação. Você admira e ao mesmo tempo odeia a audácia de Louis Bloom (Jake Gyllenhaal). De ladrão ele passa a profissional influente do ramo jornalístico.

Louis está desempregado e descobre na profissão de freelancer jornalístico um meio de sobreviver. Ele vai acompanhando outros profissionais e aprendendo “na marra” como produzir, filmar e negociar a venda dos seus trabalhos.

Aqui o foco é o sangue derramando na tela. Louis se especializa na produção de matérias policiais que seriam apresentadas no programa de TV da madrugada. Ele segue as orientações do rádio da polícia e passa a filmar TUDO. Quanto mais sangue, melhor.

As cenas são fortes! Tive até enxaqueca em determinado momento do filme de tanta tensão!

Teve até um momento “Cecília Malan” no filme. Um assistente dele se assusta durante uma cobertura e se defende por não ter acompanhado: “Ai eu ouvi um tiro”. rs (brincadeira).

Captura de Tela 2015-01-19 às 11.23.53 PMPara quem quiser assistir eu recomendo sangue frio! Este é o mundo das armações e do puro sensacionalismo que a TV pode mostrar. Não há escrúpulos. Não limites.

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s