Resenha do filme Numa Escola de Havana

Emocionante. Uma história que poderia ser a minha, a sua ou do seu colega da época de escola. Realmente demorei para voltar à realidade depois de assistir “Numa Escola de Havana”.

A história do menino de 11 anos, Chala, é (sendo repetitiva) EMOCIONANTE. Ele trabalhava e cuida da mãe viciada em drogas. Possui vários conflitos na escola, nas ruas e até na paixão por uma colega.

Os diálogos são maravilhosos, visto que a professora, Carmela, é quem realmente exerce o papel de mãe dele. É fácil se “teletransportar” para a história e se sentir sofrendo pelos conflitos familiares ao mesmo tempo em que se é abraçado por Carmela.

É uma criança que sofre com angústia de acudir a mãe que sofre com várias crises por uso de drogas. Tem um pai que não o reconhece e ainda explora o seu trabalho. Não tem paz. É possível ver o olhar de desespero por não ter segurança no que pode acontecer no próximo dia. Realidade de muitas crianças, infelizmente!

A história de Carmela também é bem emocionante. Uma professora que se preocupada com a vida de seus alunos fora da sala de aula. É pobre, não tem saúde, mas ainda sim não quer parar de dar aula e cuidar dos seus.

Super recomendo este drama cubano! Além das questões sociais, os conflitos dos relacionamentos pessoais marcam essa belíssima amostra da realidade! Ele foi vencedor do 36º Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano, além de outros prêmios.

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s