Fuller House

Essa série só vai interessar a quem assistiu “Três é demais”, no SBT, antes do almoço!

Fuller House – que você pode assistir pela Netflix – é a continuação da história, mas desta vez com foco totalmente na independência feminina e seus desafios.

D.J, Stefany e Kim agora são adultas. Duas delas já tem filhos, precisam trabalhar e dar conta de cuidar da família. As três resolvem morar juntas (enquanto os outros membros da família parte para desafios em outros estados). No primeiro episódio eles mandam uma indireta para a Michele (personagem vivida/intercalada pelas irmãs Olsen).

D.J se torna veterinária e tem 2 filhos. É engraçado vê-la tão responsável nesta fase, visto que no início da série ela tentava ser subversiva e “enganava” o pai.

A Kim não mudou praticamente. A atriz continua fazendo as mesmas caretas e manteve o ar “irresponsável” mesmo agora que a personagem já tem uma filha. Ela é empresária do ramo de eventos.

A Stefany se tornou DJ/cantora, mas não tem sucesso na carreira. Não casou, não tem filhos também. É quem faz junto com a Kim o apoio para a protagonista, D.J. Creio que na segunda temporada ela possa ter mais destaque.

A série apresenta críticas em relação a liderança feminina no mercado, tripla jornada, mas sem perder o humor que marcou a sua trajetória na década de 90. Adorei mesmo! Aguardo a segunda temporada agora.

ANTES

Captura de Tela 2016-03-17 às 9.00.49 PM.png

DEPOIS

Captura de Tela 2016-03-17 às 9.02.48 PM.png

Gostaram?

 

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s